5 erros comuns em viagens corporativas e como evitá-los

5 erros comuns em viagens corporativas e como evitá-los

Como você é importante, as empresas são uma grande oportunidade para expandir suas possibilidades de negócios. 

Mas lograr the nem always é uma tarefa simples. Lembre-se: as viagens corporativas são muito precárias do embarque propriamente dito. É uma política de viagens e um planejamento bem feito que possa ser útil em todos os planos.

Em primeiro lugar, é preciso ter clareza total dos objetivos da viagem. Logo in segundo plano, surge a necessidade de documentar direitos e deveres – da empresa e dos funcionários – relacionados à viagem. A partir daí, uma tarefa é feita todo o planejamento para, posteriormente, a posição de ensino.

Mas, apesar de todo o preparo e cuidado, o imponderável pode sempre agir e mudar de plano. As pessoas podem se deparar com os profissionais que não podem participar de um projeto de carreira. É importante ressaltar que a exposição, no caso das viagens corporativas, é ainda maior.

Para ajudar você a se precaver em gafes e os erros mais comuns nas viagens, separe uma lista com cinco aspectos que devem ser evitados sem o intuito de fazer viagens corporativas, uma vez que é necessário, tanto para uma empresa, quanto para os viajantes.

Conheça 5 erros comuns em viagens corporativas e saiba como evitá-los!

Além disso, a cultura e a cultura da empresa, que devem ser preservadas, são necessárias à cultura local do destino e aos costumes da população.

Dessa forma, é possível verificar se os vexames que podem custar não são apenas uma trajetória do profissional como a reputação da empresa. 

Listamos abaixo 5 erros que podem comprometer a sua viagem. Mas, não só aponta problemas, como também falamos como evitá-los para desenrolar da viagem.

 1- Ausência de política de viagens corporativas consolidada

É um erro primordial e fundamental para divulgar uma política de viagens corporativas da empresa.

Trata-se de um documento fundamental para balizar todas as ações, deveres e direitos que competem à empresa e ao trabalho durante a realização de uma viagem corporativa.

Via de regra, é uma ata que está resumida em código de conduta e política de trabalho da empresa. Não hesite em contar com suporte especializado para responder às suas dúvidas na hora de moldar uma política de viagens corporativas.

2- Falta de planejamento para viagens corporativas

Seguindo a política de viagens, o planejamento também é uma etapa fundamental e que deve ser cumprida com a intenção de obter bons resultados durante uma viagem.

É um estágio de planejamento que desenha a escopo de toda a operação da viagem. Aqui, é preciso divulgar todo o plano de ação da viagem, que envolve deslocamentos, hospedagem, agenda de reuniões e outros eventos que possam surgir.

Assim como no tópico anterior, é fundamental que todo o objeto seja comunicado com clareza e seja transparente aos participantes da viagem. Assim, é possível minimizar qualquer desentendimento ou falha.

3- Uso de relatórios e análises

Um erro fatal deve ser abolido no controle interno das viagens. 

Os relatórios devem ser elaborados no decorrer das viagens, avalizados após a conclusão dos eventos para servirem de base para as análises. Com base nessa versão, esta pode tornar possível a utilização de processos visando o melhoramento da experiência nas próximas viagens corporativas.

4- Atrasos para cumprir a agenda

Ainda que uma viagem de base envolva todo o coletivo de trabalho, todos devem ter sua própria autonomia ao montar sua programação sem decorrer da viagem.

Não é preciso dar uma margem ao descompromisso. Atrasos para o cumprimento da agenda são inadmissíveis. Trata-se de uma gafe que pode fazer com que as vendas e as tratativas vão por água abaixo.

5- Ignorar cultura da empresa e costumes locais

Uma questão mencionada acima – de fazer atrasos no decorrer das viagens – tem tudo a ver com o respeito à cultura da empresa. 

Mas, a cultura da empresa, a política de viagens, como também os costumes devem ser respeitados. A questão é de respeito e, sobretudo, de maturidade em termos de comportamento. 

Afinal, não há imagem do profissional, mas também os interesses da empresa em jogo durante a execução de uma viagem corporativa.

Prepare-se com antecedência para extrair os bons resultados da viagem corporativa. Conheça as vantagens de contar com uma agência de viagens corporativas para realizar o planejamento.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.