Extravio de bagagens

Mala extraviada? Entenda o que fazer!

Imagine fazer aquela viagem tão importante e na hora de chegar no destino, uma notícia triste: sua mala foi extraviada. Como vai aproveitar sua viagem? Ou então, em uma viagem de negócios não ter a roupa apropriada para uma importante reunião. Você sabe o que fazer em um cenário desses? 

Essa é uma situação que ocorre muito e os gestores de viagens corporativas precisam estar preparados para orientar seus colaboradores. Neste post vamos explicar o que fazer na situação de mala extraviada. Boa leitura.

Perder a bagagem é uma situação comum?

Em primeiro lugar, saiba que essa situação é muito mais comum do que você pensa. Em todo o mundo, em apenas um ano, são cerca de 25 milhões de bagagens extraviadas. Se você achou muito, saiba que a situação já foi pior.

De acordo com dados da Sita, que é especialista em tecnologia para o setor aéreo, o número de bagagens extraviadas caiu 50% nos últimos dez anos. Mesmo assim, a média é de 5,6 malas extraviadas para cada mil passageiros. Das malas extraviadas, 75% dos casos são de malas que chegam atrasadas, 20% são malas danificadas e 5% são casos de roubo ou bagagem perdida. Agora vamos falar sobre o que seus colaboradores devem fazer nessa situação.

O que fazer se a mala não chegar ao aeroporto?

A primeira atitude do passageiro que teve a mala extraviada é dirigir-se ao balcão da companhia aérea e preencher um documento chamado Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB). Além disso, o passageiro também deverá registrar a ocorrência na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Preferencialmente isso deve ser feito ainda dentro do aeroporto, caso não seja possível, o registro pode ser feito em até 15 dias após a data de desembarque.

Você sabe realizar diagnóstico de processos de compra da sua empresa?

Vale lembrar que, em ambos os casos, o passageiro precisará do comprovante de despacho de bagagem. Caso não consiga registrar o RIB, o passageiro deverá dirigir-se à uma delegacia de polícia e registrar um Boletim de Ocorrência (BO).

Quais são os direitos de quem perdeu a bagagem?

Quando a companhia aérea não entregar a bagagem imediatamente, o passageiro tem o direito de receber uma compensação financeira para comprar itens de necessidade prioritária. O valor dessa compensação varia de acordo com a empresa e a rota.

De acordo com a ANAC, caso a mala não seja localizada em até sete dias, no caso de voos domésticos, o passageiro tem o direito a receber uma reparação em até 7 dias, devendo ser informado sobre as providências que estejam sendo tomadas para resolver o caso. No caso de voos internacionais, o prazo é de vinte e um dias.

Além disso, todas as despesas do passageiro, relativas ao período em que ele estiver sem a sua bagagem, devem ser custeadas pela empresa aérea. Para isso, é importante lembrar de guardar todos os comprovantes.

Agora que você já sabe como orientar os seus colaboradores no caso de mala extraviada, que tal compartilhar esse conteúdo? Dessa forma, você ajuda mais pessoas e gestores com a informação correta.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.