Desafios 2020 para Viagens e Eventos Corporativos

O segmento de viagens e eventos corporativos está em constante evolução. A transformação digital está cada vez mais rápida e quem não estiver digital estará fora do tabuleiro em pouco tempo.

ROI é a ferramenta para definir as diretrizes dos gestores de viagens e eventos corporativos. São investimentos altos que precisam gerar resultado. Para conseguir medir esse resultado é necessário contar com gestão, análise de dados e um parceiro muito conectado para que possa lhe auxiliar em todos os sentidos, sendo uma extensão da sua empresa para as viagens e eventos corporativos.

Quando se fala em gestão de viagens corporativas, deve-se ir além dos trâmites operacionais do dia-a-dia. Tem que haver ferramentas de controle de budget, fluxo de aprovação, medição da percepção do usuário, viajante e solicitante, captura e enriquecimento de todas as informações geradas, nutrindo o data lake, sendo disponibilizada através de uma solução de BI eficiente, acompanhada por reuniões de consultorias e cliente review. Com isso, o gestor tem clareza do investimento e pode planejar e recalibrar, de forma dinâmica e rentável, o programa de viagens da sua companhia.

Obviamente o desafio vai além. São muitos detalhes. Gestão é importante, mas a experiência do usuário tem um peso grande na balança. Então, a comunicação entre agência e viajantes deve ser fluida e ferramentas tecnológicas estão aí para agilizar nesse processo, como assistentes virtuais desenvolvidos com inteligência artificial que esclarecem dúvidas sobre processos instantaneamente, melhorando ainda mais a experiência dos seus colaboradores.

Hub de protocolos

Em eventos corporativos a tecnologia está cada vez mais presente. É um mercado de muitos desafios e muitos detalhes que devem ser trabalhados com atenção.

O esforço de entregar prestação de serviço com criatividade e qualidade, na nossa percepção, hoje em dia, é encarada pelo cliente como uma commodity. O desafio está em entregar valor através de consultoria, planejamento e gestão compartilhada, que nos prazos determinados possibilite medir a economia e realizar direcionamentos para melhoria contínua da performance da empresa através da realização dos eventos. 

Atingir esse patamar de prestação de serviço vai além da mera contratação de ferramentas. Requer que as agências e seus profissionais mudem o mindset, ou seja, deixem de pensar e agir de forma operacional e passem a agregar ao seu mindset a parte estratégica, focando em tecnologia e ferramentas de gestão  para dar sustentação ao novo modelo de negócio que é de expectativa do cliente.

No Grupo Tour House investimos muita energia em soluções tecnológicas e treinamento de equipe para melhorar a experiência do usuário final e trazer resultados efetivos em viagens e eventos corporativos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.