Viagem corporativa: como garantir a segurança em aeroportos

Em uma viagem corporativa, o funcionário designado para viajar pela empresa deve ser muito responsável. Entre suas responsabilidades estão a maneira como ele representa a empresa, a eficácia do seu trabalho e a certeza de que a viagem acontecerá exatamente como deve.

Por isso, é essencial que o funcionário viajante saiba como se manter seguro, seja na hospedagem, na cidade visitada e mesmo no aeroporto. Aeroportos recebem milhares de pessoas por dia e, no meio da multidão, pode ser fácil perder sua mala ou seus documentos, se esquecer de algo importante e até mesmo confundir o horário do voo.

O texto de hoje é para quem está indo a uma viagem corporativa e quer ter certeza de que tudo está sob controle, para que a passagem pelo aeroporto seja rápida e simples e você não perca nada no meio do caminho.

Acompanhe essas dicas!

Confira seus documentos antes da viagem

Você ficaria impressionado com o número de pessoas que chega ao aeroporto para viajar sem que os documentos estejam em dia. Logo que souber da possibilidade de viagem, confira se o passaporte e o visto, se necessário, estão atualizados.

Muitas vezes o processo de fazer o passaporte ou o visto pode ser bem demorado. O ideal é que você sempre mantenha o passaporte em dia e procure fazer o visto assim que souber da viagem. A empresa pode ajudar no processo do visto.

Chegue cedo ao aeroporto

Essa é aquela dica que você sempre vai ver em textos sobre esse assunto, mas ainda assim, é possível ver muitas pessoas correndo no aeroporto porque chegaram em cima da hora. Chegar cedo significa fazer se check-in com tranquilidade – se você não o fez pela internet –, despachar as malas sem se preocupar e passar pela segurança a tempo de tomar uma água e ir ao banheiro antes de o embarque começar.

Em viagens dentro do Brasil, o ideal é que você chegue pelo menos uma hora antes do horário de embarque. Em viagens internacionais, é recomendado chegar pelo menos três horas antes. Assim, você sempre terá tempo de resolver problemas eventuais e pegar seu voo com tranquilidade.

Fique com os documentos e a passagem à mão

Antes mesmo de chegar ao guichê para fazer o check-in, passar pela segurança ou embarcar, esteja com sua passagem e seus documentos à mão – nos bolsos, em um bolso do lado de fora da mala de mão, onde for mais acessível. Se sua viagem for internacional, esteja com seu passaporte. Se for uma viagem doméstica, esteja com a identidade.

Você pode até mesmo comprar uma carteira específica para os documentos de viagem, se for um funcionário viajante frequente. Isso poupa o seu tempo, o dos atendentes do aeroporto e das pessoas que estão atrás de você nas filas. Tenha consideração por todos.

Fique com os seus pertences

Pode parecer chato ter que carregar sua mala de um lado para o outro no aeroporto e, muitas vezes, é tentador pedir para aquela família bacana ficar de olho nas suas coisas para que você possa ir ao banheiro sossegado. Mas não só confiar em estranhos é muito arriscado, como não é de bom tom responsabilizar desconhecidos pelas suas coisas.

Compre uma mala fácil de carregar – com uma alça que se estende e rodinhas – para passar menos trabalho e fique sempre de olho em seus pertences. O aeroporto está sempre lotado de pessoas e, além de não poder confiar em qualquer um, você pode perder sua mala facilmente entre tantas bagagens parecidas.

Coloque uma identificação em sua mala

Pelo mesmo motivo, identifique sua mala de algum modo. Seja com uma tag que contenha seu nome e número de telefone, com um lenço de uma cor chamativa ou com adesivos que você possa reconhecer de longe, diferenciar sua mala de todas as outras é essencial para não perder tempo na hora de identifica-la na esteira. Especialmente se ela for preta – a cor mais comum para bagagens.

Esse pequeno esforço economiza muito tempo tentando descobrir se aquela é ou não a sua mala!

Confira suas bagagens antes de viajar

As companhias aéreas têm muitas regras para o que pode ou não ser levado nas malas. Tenha cuidado ao preparar as suas e não tente levar o que não é permitido – isso só trará dor de cabeça no futuro. Do mesmo modo, alguns materiais ou equipamentos podem pedir por autorizações e documentos especiais. Confira antes no site da companhia aérea o que você pode levar.

Também é recomendado fazer uma lista de coisas que estão na sua bagagem despachada. Em caso de perda ou extravio, isso pode ajudar o seguro a recuperar seus pertences!

Seguindo essas dicas, sua viagem corporativa fica muito mais fácil e segura – e você pode se ocupar das outras responsabilidades de um funcionário viajante.

Baixe nosso e-book “Gerenciamento de despesas”

gerenciamento-de-despesas-ebook

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.