O que é trabalho embarcado? Entenda como funciona

O que é trabalho embarcado? Entenda como funciona

Com o crescimento da indústria offshore por causa dos campos de exploração, muitas pessoas têm procurado saber o que é trabalho embarcado. Essa atividade está relacionada às funções exercidas em plataformas, navios e ambientes marítimos, com destinos variados e suas características específicas de atuação.

Quem atua no segmento precisa estar preparado para jornadas de trabalho diferenciadas e um estilo de vida completamente fora do tradicional. Há diversos departamentos disponíveis, sendo cargos de grande requisição no mercado e ótimas remunerações.

Quer entender melhor o que é trabalho embarcado para buscar uma oportunidade? É o que vamos explicar neste artigo, além de como se adaptar a esse verdadeiro estilo de vida!

O que é trabalho embarcado?

A primeira coisa que você precisa saber é que trabalho embarcado não é moleza. Muitas pessoas se interessam por essas atividades em alto-mar devido à remuneração atrativa, mas estamos falando de uma atuação com carga horária também elevada, em que o funcionário pode trabalhar por mais tempo que o normal.

Por regra, ele deve se colocar à disposição da empresa 24 horas por dia, em um contrato por regime de sobreaviso. Ou seja, demanda muita energia e disposição do colaborador, além de preparo físico e mental. Porém, nem sempre será necessário seguir uma carga horária alta. Tudo vai depender das necessidades da organização.

Os segmentos são variados, passando desde áreas de gestão e segurança do trabalho até serviços mais básicos, como cozinha e manutenção.

Você sabe realizar diagnóstico de processos de compra da sua empresa?

Quais os benefícios do trabalho embarcado?

Embora essas atividades sejam bastante desgastantes, há razões interessantes para investir nelas. Confira:

  • média salarial a partir de R$ 2.700,00, com adicional de embarque, que gera valores até 100% maiores que os salários comuns;
  • folgas igualmente extensas, equiparando-se às cargas de trabalho — a cada duas semanas de atividade na plataforma, o funcionário ganha um descanso que pode chegar a 20 dias, além de férias de até dois meses;
  • oportunidades de trabalhar no exterior, permitindo conhecer vários países durante as folgas;
  • regalias nas plataformas, como sala de jogos, academia, piscinas e até quadras de futebol;
  • alimentação balanceada, com cardápio preparado por nutricionistas;
  • serviços de hotelaria, como limpeza de quarto;
  • relações aprofundadas no ambiente de trabalho, com verdadeiras parcerias e vínculos fortes de amizade.

O que você precisa saber para se adaptar?

O trabalho embarcado vai muito além dos benefícios e das regalias. Em primeiro lugar, exige muita qualificação e treinamentos imprescindíveis para se submeter às atividades. Além disso, os exames de saúde precisam estar em dia, já que há uma demanda por muita energia e disposição.

Os turnos de trabalho costumam ter duração mínima de 12 horas, com mais 12 horas de descanso. É possível que o serviço seja suspenso diante de condições impróprias de trabalho, como a agitação do mar, que pode balançar a plataforma e causar acidentes.

Inclusive, é justamente para facilitar o resgate que os uniformes são da cor laranja, com coletes sobrepostos. São itens obrigatórios durante os postos de trabalho. Mas não se preocupe: embora sejam atividades de alto risco, os acidentes têm diminuído bastante devido ao foco na melhoria da segurança.

Para se adaptar ao trabalho embarcado, é necessário prestar atenção às especificações de contrato. Embora a maioria funcione no regime de sobreaviso, algumas empresas oferecem o banco de horas, com cargas mais elevadas. Além disso, o profissional deve ter a documentação em dia, pois é frequente trabalhar no exterior.

É importante também considerar os perigos desse tipo de trabalho, já que os riscos incluem incêndios, explosões, uso de produtos químicos tóxicos e acidentes em máquinas. Por isso, os treinamentos são essenciais ao trabalhador, para saber como agir diante desses casos.

Agora que você já sabe o que é trabalho embarcado e como funciona, que tal compartilhar este conteúdo nas redes sociais? Assim, vai ajudar mais pessoas interessadas nesse formato.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.