Como melhorar a experiencia do viajante corporativo

Viajar a negócios é uma tarefa necessária e que pode render um retorno significativo para a empresa. Mas nos últimos tempos e impulsionado pelo ingresso dos jovens da geração y no mercado de trabalho, uma nova forma de viagem já faz parte do calendário do empreendedorismo: o bleisure.

Surgido nos Estados Unidos, o termo foi criado a partir da união da palavra business (negócio) com leisure (lazer). Em outras palavras, trata-se de uma forma de melhorar a experiência do viajante corporativo.

Isso quer dizer que as empresas já estão se preocupando em tornar uma viagem que geralmente é cansativa em algo menos estressante e com um tempo para o lazer. Agora, na hora do planejamento das viagens, é o passageiro que está no centro das atenções ‒ e não apenas as despesas envolvidas.

Mas, afinal de contas, como melhorar a experiência do viajante corporativo para que ele realize suas tarefas, tire uns momentos de descanso e retorne motivado? Separamos algumas dicas no post de hoje.

Use a tecnologia para otimizar serviços

Uma forma de tornar melhor a experiência do viajante sem aumentar os custos é simplesmente utilizar a tecnologia a favor da viagem. Em outras palavras, é tornar alguns serviços mais fáceis e práticos através de aplicativos. Alguns exemplos:

  • Avisam se o voo sairá no horário previsto.
  • Facilitam o viajante a identificar uma sala vip para esperar por uma conexão.
  • Disponibilizam mapas que indicam passeios, restaurantes, cafés e opções culturais para os momentos de lazer ‒ principalmente em viagens de última hora, onde não foi possível um planejamento prévio.
  • Oferecem tickets de descontos em passeios e restaurantes.

Proporcione uma viagem confortável

A experiência do viajante corporativo pode melhorar significativamente se a própria viagem for realizada de forma confortável. Afinal, longas esperas para embarque e passar horas em poltronas desconfortáveis nos voos podem colocar em risco a saúde física e mental do viajante, o que influencia nos negócios.

Por isso, se a viagem a ser realizada exigir longas conexões, vale a pena a inclusão de uma sala de espera vip no pacote, ou ainda, um upgrade para a classe executiva. Com isso, a viagem será menos penosa e o viajante estará mais bem disposto a realizar seu trabalho com energia.

Marque reuniões em locais agradáveis

O bleisure também pode ser incluído nas viagens de uma forma simples: marcando reuniões em locais agradáveis, como em cafés, parques e restaurantes.

Em tempos de wi-fi liberado em grande parte dos locais públicos, fica muito mais fácil realizar encontros para fechar negócios nesses locais. Isso quebra aquele clima de escritório e pode, inclusive, aumentar as chances de grandes parcerias.

Se a reunião for entre muitas pessoas, considere pesquisar cafés e outros locais que disponibilizem espaços para essa finalidade.

Estique a viagem

Esticar por um ou dois dias a viagem do seu colaborador pode, inclusive, sair mais barato. Com um bom planejamento, você pode encontrar tarifas menores se as datas forem flexíveis para se viajar ou retornar em determinados dias da semana.

Dessa forma, a empresa economiza e permite que o funcionário tire um tempo para se recuperar dos dias intensos de negócio, retornando mais motivado à empresa para a continuação do trabalho.

Permita que o viajante leve um familiar ou amigo

Isso é comum na prática de bleisure: o viajante pode aproveitar a viagem a negócios para viver momentos de lazer e diversão com a família ou algum amigo.

À primeira vista essa ideia pode lhe gerar certo desconforto, mas levando-se em consideração que o funcionário escolhido para a viagem é um profissional qualificado e responsável, por que não incentivar essa prática que faz bem para a qualidade de vida do seu colaborador?

Reserve hotéis que adotem bleisure

Os hotéis já perceberam que as empresas estão preocupadas em melhorar e experiência do viajante corporativo e alguns deles já oferecem pacotes para essa finalidade.

Portanto, pesquise por hotéis que ofereçam alguns benefícios, tais como:

  • Descontos em diárias adicionais.
  • Internet de alta velocidade nas áreas de lazer de suas dependências.
  • Parcerias com restaurantes e passeios.
  • Serviços de SPA e salão de beleza.
  • Espaços de interação.
  • Experiências gastronômicas.

Dessa forma, mesmo em viagens curtas e que não possibilitem passeios pela cidade, ainda assim o viajante poderá desfrutar de momentos de descanso dentro do próprio hotel antes de retornar à rotina.

Viu como existem muitas maneiras de melhorar a experiência do viajante corporativo? Como o bleisure é uma tendência que veio para ficar, então comece agora mesmo a incluí-la na política de viagens de sua empresa.

Para lhe ajudar nessa tarefa, desde 1990 a Tour House é uma das principais TMCs (Travel Management Companies) do Brasil e oferece serviços de gestão de viagens corporativas, eventos e incentivos. Acesse o nosso site e conheça mais sobre a empresa.

Conheça agora nossa mais novo e-book, baixe agora gratuitamente!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.