Calcule o retorno de investimento das viagens corporativas

Viagens corporativas são muito comuns em empresas de todos os tipos nos dias de hoje. Elas apresentam muitas oportunidades de crescimento, seja porque permitem um relacionamento mais estreito com clientes e fornecedores ou porque fazem com que o nome da empresa seja mais conhecido em eventos e conferências.

Mas o investimento necessário para realizar uma viagem assim pode ser muito alto. Como saber qual é o retorno de investimento das viagens corporativas e, desse modo, descobrir se elas valem mesmo a pena?

Confira nossas dicas!

Viagens corporativas: gasto ou investimento?

A realização de viagens corporativas utiliza uma grande parte do orçamento de uma empresa. Por isso, muitos gestores se perguntam se o retorno de investimento sobre elas é, de fato, compensador. Vamos analisar alguns dados para descobrir a resposta dessa questão:

  • De acordo com uma pesquisa feita pela Oxford Economics, 28% das negociações das empresas entrevistadas seriam perdidas de não houvesse um encontro face a face;
  • Ainda na mesma pesquisa, descobriu-se que 40% dos potenciais clientes se mostram bastante influenciados por conversas feitas pessoalmente;
  • Também de acordo com a Oxford Economics, para cada US$ 1 investido em viagens corporativas, são gerados US$ 12,50 de receita e US$ 3,80 de lucro para a empresa.

A partir desses números, é possível perceber que as viagens corporativas costumam dar um bom retorno de investimento e, portanto, vale a pena realiza-las. Mesmo viagens que não são efetuadas com o objetivo de fechar um contrato podem dar um excelente retorno para a empresa.

Calculando o retorno de investimento

É possível fazer o cálculo do retorno de investimento com uma fórmula simples: diminua os custos da viagem do lucro obtido nela, e então divida o valor obtido pelos custos de deslocamento. Assim, retorno sobre o investimento é igual a:

Lucro obtido – custos da viagem
__________________________
Custos de deslocamento

Porém, o retorno nem sempre é visto na forma de contratos fechados. Dessa forma, é preciso considerar outros fatores:

  • Nas viagens corporativas para treinamentos, os funcionários adquiriram habilidades que melhoraram os resultados da empresa? Como foi o aumento de produtividade? Foi possível economizar na contratação de novos funcionários investindo na capacitação de colaboradores que já estavam na empresa?
  • Em viagens para eventos e conferências, foi possível divulgar o nome da empresa? Muitos clientes ouviram falar da marca por causa do evento? O networking gerado permitiu conhecer novos clientes, fornecedores e parceiros?
  • Quando a viagem teve como objetivo conversar com clientes e fornecedores, o valor dos acordos tratados a partir dela compensa o valor investido?

É importante não basear o valor de uma viagem corporativa apenas nos rendimentos da empresa, mas pensar também na valorização do colaborador, na capacitação da equipe, no relacionamento com o cliente e em outros aspectos que influenciam no crescimento da empresa.

Viagens mais lucrativas

Para garantir que as viagens corporativas de sua empresa serão mais lucrativas, ou seja, que o retorno de investimento sempre valerá a pena, é preciso prestar atenção em um aspecto: o planejamento.

Um bom planejamento, levando em conta as necessidades da empresa e do funcionário viajante, além da política de viagens corporativas, garante que a viagem será o mais econômica possível. E isso é muito importante, já que os valores de passagens aéreas, hospedagem e outros serviços necessários podem ser bem altos se não houver pesquisa, cuidado e antecedência na organização da viagem.

Uma viagem bem planejada também possibilita que o funcionário possa maximizar seu tempo. Quando o funcionário pode se encontrar com mais de um cliente, falar de mais projetos, fazer mais reuniões e fechar mais negócios, a viagem é mais produtiva e, como consequência, mais lucrativa.

Além disso, viagens corporativas bem planejadas também têm mais chances de serem melhor executadas. E isso faz com que o funcionário viajante não precise perder tempo com imprevistos e tenha mais disposição, garantindo que seu trabalho não será em vão.

Por isso, investir no planejamento de viagens corporativas é a melhor forma de fazer com que o retorno de investimento valha a pena para sua empresa.

E esse planejamento não precisa ser complicado: com uma agência de viagens corporativas, os deslocamentos são bem organizados, os preços são melhores e seu colaborador tem toda a segurança e o conforto de que precisa.

Ficou interessado? Venha conhecer os serviços oferecidos pela Tour House!

Baixe também o e-book “Viagens Corporativas”e saiba como comprar passagens com qualidade e segurança!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.