Saiba quando usar programa de fidelidade em viagens corporativas

Viajar com frequência pode garantir vantagens em companhias aéreas por meio dos programas de fidelidade. E isso ocorre tanto para passageiros individuais quanto para corporativos. É preciso, entretanto, ficar atento às regras de cada programa para usá-lo da forma mais vantajosa possível.

Quando o viajante é corporativo, em geral, as regras são diferentes. Existem, inclusive, programas de milhagem específicos para esse tipo de cliente. Quer entender melhor como essa diferença deve ser considerada ao usar o programa de fidelidade? Então, continue com a gente e leia o conteúdo a seguir.

Programas corporativos de fidelidade

O primeiro passo é aderir a um (ou mais) programa(s) corporativo(s). Nele(s), a pontuação ocorre a partir da emissão do bilhete com um código corporativo específico para o viajante. Em geral, as companhias aéreas permitem o acúmulo simultaneamente nos programas de uso pessoal e corporativo.

Várias companhias têm opções de obtenção de milhas e pontos para quem viaja a negócios. Entre elas, estão Gol, Air France, Lufthansa, TAP, Swiss, Air Canada, British Airways, Iberia, United Airlines, Delta Airlines, American Airlines e Emirates.

A cada viagem, a empresa recebe pontos que, depois, pode utilizar para obter assentos especiais, upgrades, acesso a salas VIP, troca por bilhetes aéreos e até optar por dinheiro (oferecido pela Lufthansa). O melhor é que, paralelamente, o passageiro acumula pontos como pessoa física.

Diferença entre pontos e milhas

Existe uma diferença entre o programa de pontos e o de milhas. Enquanto o de pontos está ligado diretamente a compras (especialmente as feitas com o cartão de crédito), o de milhas é normalmente oferecido pelas empresas de aviação para presentear os passageiros que utilizam seus serviços com frequência.

No programa de pontos, o cliente pode trocá-los por produtos e descontos diversos. É possível, até, transformá-los em milhas para a compra de passagens. No segmento corporativo, o ideal é que a empresa concentre seus gastos em um cartão de crédito corporativo e em uma mesma companhia aérea. Assim, é mais fácil e rápido acumular pontos ou milhas para obter vantagens.

Uso de pontos e milhas corporativos

Em primeiro lugar, é fundamental gerenciar o uso de milhas dos viajantes da companhia. Todos devem saber como os pontos acumulados podem ser usados, bem como que eles não são acumulados quando o bilhete não é utilizado por algum motivo e nem quando é adquirido por resgate de milhas.

A administração das milhas e o bom planejamento do seu uso ajudam a garantir mais benefícios. Por isso, concentrar a maior parte dos voos na mesma companhia pode assegurar mais privilégios no futuro. Dessa forma, as empresas podem reduzir despesas para ganhar competitividade.

A escolha do programa de fidelidade corporativo deve considerar custos e conforto. Embora as empresas busquem a redução de custos, é importante que os executivos que viajam muito tenham conforto em suas viagens.

A melhor forma de fazer o controle e a gestão dos pontos acumulados nas viagens corporativas é com o suporte especializado. A etrip, por exemplo, é um site que vende produtos para viagens corporativas, tais como passagens aéreas, hotéis e locação de carro.

Nele, a empresa pode administrar os diferentes aspectos desse processo. Seu principal diferencial é o programa de fidelidade que oferece cashback: 1,5% do valor gasto em compras, retornam para a empresa podem ser utilizados como desconto nas próximas compras ou, também, ser depositado na conta corrente da sua empresa.

Está em busca do programa de fidelidade ideal para sua empresa? Entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudá-lo nessa busca!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.