Saiba como não cometer gafes em viagens a trabalho - etrip

Saiba como não cometer gafes em viagens a trabalho

Viagens corporativas são uma das alternativas para pequenas e médias empresas expandirem seus mercados de atuação. Elas ajudam a impulsionar o nome da empresa no mercado, a criar acordos comerciais e a conseguir novas parcerias com clientes e fornecedores. Por isso, é normal que cada vez mais empresas queiram enviar seus funcionários em viagens pelo Brasil e pelo mundo.

Se você for um viajante corporativo a empresa deve confiar em você para representá-la. Mas isso pode deixá-lo nervoso – e o nervosismo é a porta para cometer gafes. Para prepará-lo para esse momento, criamos esse guia de como não errar em sua viagem a trabalho.

Seja organizado

Poucas coisas são tão feias para um viajante corporativo quanto a desorganização. Comece passando a impressão certa: não se esqueça de nenhum documento ou material necessário para a viagem. Chegar na empresa sem os contratos que motivaram a viagem é sinônimo de descaso! Organize tudo o que precisa levar e confira na noite anterior ao voo. Viaje com os documentos na bagagem de mão, para não correr o risco de extraviar.

Para não perder o horário, trace um cronograma. Anote todos os compromissos em que comparecerá – e converse com sua empresa para garantir que não está se comprometendo com uma carga impossível. Leve seu cronograma com você e siga-o a risca. Dê margem para os imprevistos e avise sempre que for chegar atrasado.

Tome um cuidado especial para chegar no horário certo ás reuniões e não tente sair antes que ela termine. Muitos funcionários viajantes usam o fuso horário como desculpa para sair de reuniões mais cedo. Não faça isso: é sinal de que você não se programou direito para se adaptar antes do trabalho.

Lembre-se do objetivo da viagem

Apesar de ser quase irresistível conhecer a cidade durante a viagem a trabalho, especialmente se for um lugar no exterior para o qual você nunca foi, concentre-se no objetivo principal da viagem: seu trabalho. Deixe os passeios e tours para feriados e fins de semana, se for possível. Se não, programe-se para visitar o que quer conhecer depois do expediente.

Do mesmo modo, não abuse de festas e confraternizações. Mesmo que seja a empresa anfitriã que esteja convidando, lembre-se de que você ainda é um profissional. Não beba demais, não coma demais, não passe vergonha. Você tem dois nomes a zelar – o seu e o da sua empresa.

Não suje o nome da empresa. Falando nisso, não se esqueça de que você é um representante de uma empresa e, assim, deve fazer seu melhor para não sujar o nome dela. Não fale mal da empresa ou de seus colegas, mesmo em ambientes informais. Também não espalhe boatos, fatos não confirmados ou acontecimentos confidenciais. As informações de sua empresa estão em suas mãos. E ainda que essa seja um ótimo momento para fazer networking, não abuse disso. Muitos funcionários acham apropriado usar essa oportunidade para tentar um emprego melhor, mas isso demonstra desrespeito com a empresa que o enviou na viagem.

Use o seu próprio dinheiro para assuntos pessoais

Um dos erros mais comuns em viagens corporativas é abusar do cartão da empresa. O uso do dinheiro da empresa deve ser acordado entre ela e o funcionário viajante antes da viagem, mas é comum que ele seja destinado exclusivamente para os gastos necessários: hospedagem, alimentação e transporte.

Se você quiser fazer algo a mais – conhecer um museu, ir a uma festa, beber no bar do hotel, fazer uma massagem, ir ao cinema, comprar lembranças para a família – deve usar seu próprio dinheiro. Siga a política de viagens da empresa e não abuse do orçamento oferecido.
Preocupe-se com sua adequação

Não se esqueça de que você ainda está trabalhando, mesmo que esteja em outro lugar. Por isso, comporte-se como se estivesse em sua empresa. Vista-se de acordo com o dress code – mesmo em confraternizações – e seja profissional em todos os momentos.

Também é de bom tom compreender os costumes locais antes da viagem. Especialmente se você for para outro país, pesquise sobre as tradições, cultura e comportamentos locais. Saber como lidar com isso demonstra profissionalismo e respeito.

Por fim, lembre-se de cuidar de si mesmo durante essa viagem. Assegure-se de que seu cronograma dá o tempo certo para fazer suas refeições e descansar quando precisar. Se for uma viagem longa, planeje um tempo para se exercitar. Seu corpo também é seu instrumento de trabalho e você precisará de toda a energia possível para ser um bom representante para sua empresa.

 

Saiba mais sobre nosso plano fidelidade ! E ganhe descontos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.