Quais-os-fatores-que-o-viajante-corporativo-considera-mais-importante-e1515683399616

Quais os fatores que o viajante corporativo considera mais importante

Realizar viagens corporativas é uma necessidade corriqueira de muitas empresas, mas nem sempre elas são planejadas de modo a tornar e experiência do funcionário que viaja a melhor possível, para que ele cumpra bem o seu objetivo.

Por isso, o que será que é mais importante ao se planejar o roteiro do viajante corporativo? É o que vamos descobrir no post de hoje:

Tecnologia para otimizar o tempo

Com o tempo cada vez mais curto para se realizar determinadas viagens, muitas vezes o funcionário se vê em volta de dezenas de recibos de despesas, preenchimentos de diversos relatórios e a necessidade de alterar voos e reservas em determinadas ocasiões – e de forma manual. Isso faz com que a missão da viagem fique comprometida, pois a burocracia de alguns procedimentos suga a energia do viajante corporativo.

Uma boa solução é o uso da tecnologia para otimizar o tempo desses procedimentos. Existem softwares e aplicativos próprios e até personalizados, oferecidos por agências especializadas em viagens corporativas, que ajudam as empresas a administrarem melhor os detalhes de seus roteiros.

Roteiro bem organizado

Um viajante corporativo também considera importante que a viagem seja muito bem organizada. E isso não quer dizer apenas que as passagens e a hospedagem estejam devidamente compradas e a agenda de compromissos cheia.

Um roteiro bem organizado é aquele que deixa o viajante corporativo o mais perto possível de sua missão: seja diminuindo o tempo de deslocamento, hospedando-se num hotel mais próximo do local da reunião ou contratando serviços adicionais para ajudá-lo a cumprir suas tarefas.

Viagem confortável

Viagem confortável não é sinônimo de viagem de luxo, mas sim de uma viagem onde a pessoa chegue bem e disposta para cumprir sua função.

Por isso, é importante considerar esse fator conforto na hora de organizar a viagem. Se for de ônibus, uma linha executiva pode ajudar a dar mais conforto. Se for de carro, um veículo que ofereça segurança e facilidade na hora da direção e, se for de avião, um assento com mais espaço pode fazer toda a diferença para o viajante corporativo – ainda mais quando o trajeto leva longas horas.

Dicas para melhorar a experiência do viajante corporativo

Existem várias formas de melhorar a experiência do viajante corporativo, e três delas passam pela reestruturação na própria empresa.

Vejamos:

# Construa uma política de viagens corporativas

Se você e alguns de seus funcionários viajam com frequência, está na hora de criar uma política de viagens corporativas – que nada mais é do que um documento que contém as diretrizes, os objetivos da política de viagem, as condições para que elas sejam realizadas e a política de reembolso, além de todos os detalhes envolvidos na realização de uma viagem.

Portanto, é muito importante que a política de viagens não seja um mero documento formal, mas que seja bem claro para todos, para não haver confusões ou ambiguidades. Na dúvida, temos um post detalhado sobre esse assunto.

# Reavalie a sua política de viagens corporativas

Caso a sua empresa já tenha uma política de viagens corporativas, está na hora de revisá-la para detectar possíveis pontos que devem ser melhorados ou implementados – ainda mais se o documento já estiver ultrapassado e não considerar, por exemplo, o uso da tecnologia para otimizar os processos e reduzir os custos.

Também reavalie os fornecedores de passagens, hospedagem e aluguel de veículos, pois a todo momento surgem novas opções que podem significar boas parcerias e descontos maiores. Nesse sentido, uma agência de viagens corporativas também pode agregar muito, pois ela consegue negociar em volume, conseguindo valores melhores para as viagens de sua empresa.

# Torne o horário do viajante corporativo mais flexível

Você, como líder da empresa, sabe que uma viagem a negócios, por menor que seja, pode ser cansativa, pois além de toda a fase de preparação, o viajante corporativo ainda tem uma grande responsabilidade, seja a de prospectar novos clientes, se reunir com fornecedores e investidores ou representar a empresa durante um evento importante do setor.

Então, nada mais justo do que flexibilizar os horários dos viajantes corporativos, mesmo em roteiros mais curtos. Dessa forma, eles recarregam suas energias e voltam preparados para enfrentarem suas rotinas no escritório. Caso contrário, você corre o risco de perder bons talentos por conta do cansaço em excesso devido ao número de viagens sem descanso que eles realizam.

Todos esses fatores que podem melhorar ou piorar a experiência e os resultados da missão do viajante corporativo de sua empresa devem ser analisados com muita cautela. Uma boa dica é você, como líder, se reunir com seus funcionários viajantes para colher as informações e, juntos, melhorarem cada vez mais a política de viagens – e os resultados que elas trazem para o negócio.

Se você precisa de uma ajuda na hora de planejar, organizar e melhorar a experiência do seu viajante corporativo, a Tour House oferece serviços personalizados. Conheça cada um deles agora mesmo e até a próxima!

 

Solicite um diagnóstico rápido e eficaz e saiba quanto sua empresa pode economizar com viagens de negócios!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.