Evite o

Evite o “no-show”: saiba o que fazer quando tiver que cancelar o voo

Estava tudo planejado, as malas já estão prontas, documentos em mãos e muita expectativa. Mas aí, por algum motivo inesperado, você perde o voo para aquela reunião importante da empresa. E agora? Não é todo mundo que sabe, mas isso tem um nome: no-show.

Isso pode gerar muito desconforto e trabalho, afinal, você acabou perdendo o embarque para o compromisso profissional. Para começar, é importante manter a calma e buscar os setores corretos para tomar as devidas providências.

Esse acontecimento pode ser oriundo de inúmeras situações, porém, o que nos interessa neste texto é mostrar o que devemos fazer quando tivermos que cancelar o voo. Continue lendo e saiba o que fazer nessas situações.

Saiba o que é o no-show

No-show é o termo utilizado quando o passageiro não comparece no embarque do voo para o qual a reserva foi feita. Como consequência, o viajante pode ter que arcar com uma multa, dependendo da companhia área. É possível solicitar o reembolso, mas é necessário saber as regras da companhia para reivindicar o dinheiro de volta.

Saiba quando isso pode acontecer:

  • o passageiro não faz o check-in, mas comprou as passagens;
  • o passageiro faz o check-in, mas acabou perdendo o embarque.

É preciso ler as regras tarifárias da companhia aérea ao comprar passagens aéreas. Assim, nem o viajante e nem a empresa saem prejudicados por conta das taxas.

Conheça as regras do no-show

Quanto mais restrito o valor da passagem aérea, maior poderá ser a taxa de no-show. Ou seja, quanto mais barato for a passagem, maior será a taxa de cobrança. Passagens caras muitas vezes não apresentam taxa e geralmente é possível adquirir reembolso.

Em algumas situações, a taxa é cobrada sobre uma porcentagem com base no valor da passagem. Mas lembre-se: a taxa varia de acordo com cada companhia aérea.

Essa taxa é cobrada por conta do prejuízo que as empresas tinham, quando o passageiro não avisava com antecedência que não iria viajar e isso tirava a chance da companhia aérea vender aquele assento. De qualquer maneira, leia sempre a regra tarifária da companhia aérea ou informe-se com sua agência de viagens antes de realizar a compra da passagem.

Cada empresa tem o seu valor de no-show, por isso separamos aqui o das principais hoje no mercado. Veja!

Azul

Nesta empresa, o no-show para viagens internacionais com destino para os Estados Unidos é de USD 300,00 — já Lisboa e Paris, por exemplo, é de EUR 150,00. Para voos na América do Sul e Caiena, o valor passa para USD 120,00. Nos voos nacionais, para as tarifas regulares e para a Imperdível (UU, V, W, X, OO e Z), o valor do é de R$ 350,00.

É possível desistir, sem a cobrança, até 24 h após a emissão e o recebimento do bilhete, desde que a antecedência do aviso seja feita pelo menos sete dias antes do embarque de ida.

Gol

Para voos internacionais, com destino e origem os EUA, os clientes não cadastrados, o smile diamante, ouro, prata ou que estiverem na premium economy estão isentos. O valor de USD 300,00 ou 100%, considerando o que for menor, é para quem está nos assentos plus e light. Para as passagens em promoção, os valores em reais não são reembolsáveis.

Para os demais voos internacionais, os clientes não cadastrados, o smile diamante, outro, prata e que estiverem na premium economy estão isentos. O valor de USD 120 é para quem está nos assentos plus e de USD 200,00 para o light — todas as categorias consideram o valor de 100% da passagem, caso ele seja menor. Para as promoções, os valores em reais não são reembolsáveis.

Para os voos nacionais, os clientes não cadastrados, o smile diamante, outro, prata e que estiverem na max estão isentos. Para os em assento plus, o valor é de R$ 330,00 ou 100%, considerando o que for menor. Já para a light, o valor é de R$ 350,00 ou 100%, considerando o menor. Para as passagens em promoção, o valor em real não é reembolsável.

Entenda como funciona o reembolso

O reembolso ou cancelamento da passagem aérea é um direito que os compradores têm, porém, ele funciona apenas em algumas situações, como o atraso, perda e cancelamento do voo ou arrependimento da compra.

O valor do reembolso depende da sua passagem aérea: bilhetes mais baratos costumam apresentar maiores cobranças em casos de no-show. Já as passagens mais caras muitas vezes não apresentam multas, e é possível conseguir o reembolso do bilhete.

Azul

O reembolso para os voos internacionais, com destino aos Estados Unidos é de USD 150,00, e Lisboa e Paris de EUR 150,00. Já para Argentina, Uruguai e Bolívia, o valor é de USD 50,00 e para a Guiana Francesa de EUR 50,00.

Nos voos nacionais, o reembolso para as tarifas regulares é de 60% do valor. Para a imperdível (UU, V, W, X, OO e Z) não há reembolso. E para a tarifa Y, apenas 5% da tarifa do voo é devolvida.

Gol

Os clientes que não estão cadastrados no programa de fidelidade smile têm direito a reembolso somente em alguns casos. Para os que estão na Premium economy, 95% do valor em reais é devolvido. Para os plus, 40% do valor em reais é o reembolsado. Para as tarifas ligh e promo não há reembolso.

Perda de conexão

Se você perdeu a conexão por causa de um problema causado pela companhia aérea, ela deve remarcar a viagem para o voo mais próximo e oferecer assistência durante a espera. Se a demora for de até duas horas, isso dá ao cliente o direito de alimentação e ligações telefônicas. No caso do atraso superior a quatro horas, a companhia deve promover acomodações para todos.

Falar com os funcionários da empresa sempre pode ser uma das soluções. Se você souber que um dos voos que você vai pegar está atrasado, você pode informar no guichê de atendimento para ver se eles conseguem mudá-lo antes de embarcar.

Caso a compra das passagens esteja sendo feita por você, evite reservar os trechos com diferentes empresas. Se acontecer um desses imprevistos, você precisa contactar as duas companhias áreas.

Rermarque o voo

Algumas pessoas desejam remarcar ou cancelar as passagens para evitar que aconteça o no-show. Porém, essa decisão pode ser um pouco precipitada, pois você tem até sete dias antes de embarcar para desistir da viagem — assim, você pode esperar para ver o que acontece e evitar pagar a multa.

Se a empresa remarcar o voo e a mudança for superior a 30 minutos, o cliente tem o direito de receber de volta todo o valor pago ou remarcar o bilhete, para qualquer voo ou horário, sem que haja nenhum custo adicional. Como elas podem fazer alterações até uma semana antes, esperar pode ser a melhor saída.

Apesar de haver a organização da viagem, sabemos que imprevistos podem acontecer. Por isso, tente confirmar se todas as reservas e os horários estão certos antes de embarcar.

Segundo a resolução ANAC nº 400/2016 (Agência Nacional de Aviação Civil) são as próprias empresas aéreas que definem a validade das passagens. Se essa informação não for dada, o prazo será de um ano a partir da data da emissão do bilhete.

Caso você precise remarcar a passagem, no caso de haver geração de multa, ela será acrescida da diferença entre a tarifa do voo original e do novo. Esses valores estão sujeitos a variação de preço, se os voos estiverem cheios, o valor pode acabar saindo mais caro, por isso, remarcar em cima da hora pode levar ao prejuízo.

Evite perder o voo

Planeje-se! Se organizar é a parte essencial de qualquer viagem, seja a lazer ou a trabalho. Por isso, estipule seus afazeres e avise a todos as datas em que você viajará a trabalho — isso pode evitar que os outros colaboradores da sua empresa marquem reuniões para você no dia de viajar.

Avalie a necessidade da viagem antes de fazer qualquer tipo de reserva, e certifique-se de que sua presença é essencial no local, para que você consiga realizar sua missão com êxito. Aproveite para saber as regras de cada companhia em relação ao no-show.

Procure uma agência de viagem

As agências de viagem estão preparadas para o caso de no-show do passageiro. Elas saberão resolver da melhor forma, evitando ao máximo prejudicar o viajante corporativo e a sua empresa, também fazendo o máximo para que ele consiga um novo voo, ou se necessário, reagendando a passagem para uma próxima ocasião.

A etrip dispõe de auxílio online para todos os clientes, e isso permite que eles sejam assistidos durante toda a viagem e a qualquer horário. Além desse auxílio, todas as compras feitas pela agência se revertem em cashback.

Contar com uma agência de viagens pode fazer a diferença na organização da empresa, melhorando seus resultados financeiros por meio da otimização de diversos aspectos. Elas dispõem de parceiros que oferecem as melhores tarifas de serviços e a autonomia para os colaboradores organizarem a sua própria viagem.

O no-show pode gerar algumas dores de cabeça para os colaboradores e as empresas, porém, conhecer as formas de evitá-lo garante que a viagem seja bem aproveitada. Quer saber mais sobre agências online? Entre em contato conosco e descubra os nossos serviços.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.